sábado, 8 de janeiro de 2011

CONSISTÊNCIA

  Apesar de todas as fintas do S.Pedro, que não tem tornado nada fácil encaixar os treinos na rotina diária, tenho conseguido finalmente voltar à doce normalidade, acabaram-se as festas os excessos e as desculpas, o tempo de fazer o que me apetece ao nivel do treino já lá vai, agora é sempre a crescer.
  Este ano vou experimentar o Trail, não numa vertente competitiva como acontece no Triatlo mas somente disfrutando do prazer de correr no meio da natureza, sentir esse prazer ancestral que está incrustado nos nossos genes.
  Ainda falta o clic final para decidir se vou fazer um IronMan este ano, caso isso aconteça será o EmbrunMan a 15 de Agosto.
Entretanto o que não vão faltar são provas no Calendário Nacional, irei previligiar o Triatlo ao nível do Duatlo irei fazer somente as provas que forem importantes para a Equipa.

p.s.- ainda não vai ser este ano que irei fazer só meia dúzia de provas, apesar de saber que os resultados seriam diferentes se me concentrasse somente em 5 ou 6 provas no ano, utilizando os outros fins de semana para treinos longos que tanta falta fazem quando o objectivo é a resistência, quando vejo o calendário sou como um puto a olhar para uma ementa de doces (quero todos :-)
 

5 comentários:

João Correia disse...

Nota-se que o trail anda a mexer com todos, também connosco. É natural, sim. Abraço.

Pedro Brandão disse...

OI amigo. Quanto ás provas acho que mais vale haver muitas do que poucos. Temos sempre hipotese de escolher aquelas que queremos e podemos sempre optar por ir a algumas para ganhar ritmo mas sem dar o "litro"... Quanto ao Iron Man acho que tem de ser uma decisão tomada com muito tempo de atecedência. Não é como um Olimpico que podemos decidir um mês antes e ir fazê.-lo. Mas com gosto e força de vontade tudo se faz, certo? Um abraço e força para os treinos

sica disse...

Acredita Pedro a vontade consegue mover Montanhas, a decisão do IronMan está dependente de abdicar de estar capaz nos meses de Setembro e Outubro, existe uma quebra normal após uma prova tão longa e o organismo vai precisar desses meses para voltar à normalidade. A saida do Calendário Nacional veio baralhar as coisas, temos 2 Olimpicos e 3 Halfs num periodo em que estarei em processo de recuperação.
No entanto até ao final do mês irei tomar uma decisão definitiva.

Triatleta disse...

Laminha! Laminha! Laminha!

Até mandei umas ferraduras novas para fazer a prva :-)

sica disse...

Devias era vir de Cabra e trazer os pés de gato e a corda para a escalada :-).